10/16/2006

PLANEJAMENTO

Porque planejar ?

O planejamento é um método de se organizar com mais flexibilidade e evitar fragmentações, proporcionando aos alunos uma aprendizagem mais significativa. selecionar e organizar os conhecimentos adquirido pelos alunos é de grande importância para as concições previstas.
O que deve ser levado em consideração ao planejar as aulas de ciências?
Deve ser considerado os conhecimentos e as práticas vivenciadas pelos alunos. Levar em consideração roteiros que explorem maquetes, teatro, textos e outros recursos com objetivo de estimular o aprendizado do aluno.

9/19/2006

A discussão do mapa conceitual encontra-se no blogger de Andréia

9/14/2006

SÍNTESE DOS COMENTÁRIOS E DO TEXTO

A busca pelo interesse da ciência gera suas duvidas e com isso o desenrolar da produção dos conhecimentos científicos e seus desenvolvimentos. Essa deve ser uma atitude do professor em relação às duvidas do conhecimento cientifico não se prendendo aos métodos arcaicos, e tomando visão que a ciência está sempre em processo de transformação.
Cabe ao professor, passar essas informações de maneira que não às descaracterize da sua conceitualização, com que foram produzidas as teorias. Com isso, não forçar o acumulo de conteúdos, mas trabalhando os conhecimentos de forma que o ensino de ciência torne real em cultural.
Outro ponto de bastante interesse, é saber aproveitar o senso comum do aluno não combatendo essa linguagem e sim valorizando, levando-o a uma termologia cientifica. É importante relatar o interesse de lideranças governamentais que proporcionem infra-estrutura financeira, para que, a ciência deixe de ser neutra e se desenvolva de maneira que vincule a relação entre a ciência e tecnologia no cotidiano das pessoas de forma indispensável. Uma das maiores contribuições seriam potencializar as capacidades humanas que possibilitem esses estudos entre ciência-tecnologia, tendo como retorno a formação do conhecimento na cabeça dos alunos.
É importante que o professor formule estratégias para esses conteúdos de conhecimento cientifico que passem a surgir perguntas e abordagens, mais significativas e inseridos no conhecimento da realidade, comentados pelos próprios alunos. Tendo como objetivo, associar o conhecimento real ao cientifico dando subsídios para que o aluno articule e questione as realidades cotidianas.
O papel da digitalização na ciência tem sido de grande contribuição e importância dando um maior fluxo de informação e possibilitando o trabalho com um numero maior de conhecimento não se prendendo só em pequenos textos.
Enfim, nem todos estão cientes e conscientes das dificuldades sobre o conhecimento cientifico, exigindo uma maior reflexão sobre as transformações da ciência para que a mesma seja passada para os jovens e na educação escolar, sem que se, perda suas características, e se trabalhe os conhecimentos de varias naturezas que se manifestam inter-relacionadas de forma real.

9/05/2006

pergunta n.8

8. Como é possível permitir que o aluno se aproprie da estrutura do conhecimento científico e de seu potencial explicativo e transformador?

Utilizando o conhecimento real e relacionar ao científico, dando subsídios para que o aluno articule, questione e associe o conheciemnto às realidades cotidianas com o objetivo de entrelaçar
ambos os conhecimentos.
Enfim, é preciso trazer a vivência cotidiana do aluno, sua visão de mundo para a sala de aula, interagindo sua realidade ao saber científico.

8/29/2006

EVENTOS DE CIENCIAS

II ciclo de seminarios
discutindo o ensino de ciência
06 seminàrios de agosto a novembrode 2006
local: FACULDADE OLGA METTIG
inscriçoes no loca

SEMANA DE BIOLOGIA

de: 3 a 8\09 , ufba



XIX SIMPOSIO DE PLANTAS MEDICINAIS DO BRASIL

de: 19 a 22\09 , Salvador-Ba
Site: www.plantasmedicinais.ufba